Buscar
  • Equipe Odontopediatria Dra. Eliane Garcia !

A IMPORTÂNCIA DA PRIMEIRA CONSULTA


Sempre surgem muitas dúvidas em relação à primeira consulta odontopediátrica do bebê. Por meio deste texto, tentaremos elucidar os principais pontos deste importante momento. Primeiramente, esclarecemos que é uma consulta diferente! Por se tratar do primeiro contato dos pais e bebê com o profissional, muitas questões precisam ser apontadas. Não se trata simplesmente de checar os dentinhos do bebê. É todo um conjunto de fatores que precisam ser analisados e que interferem direta ou indiretamente na saúde bucal da criança, quase todos desconhecidos pelos pais.

Além da orientação básica e essencial sobre a higienização bucal, o Odontopediatra irá realizar um exame criterioso, verificando toda a normalidade da cavidade bucal. Irá orientar sobre amamentação, alimentação e todos os pormenores envolvidos nestes processos: melhor posição de mamada para estímulo de crescimento da face, pega correta, entre outros pontos relacionados.

Além disso, irá orientar sobre dúvidas a respeito do uso de mamadeiras, chupeta e outros hábitos que a criança possa vir a adquirir após o nascimento: quando é realmente necessário, como proceder, quando intervir, e por aí vai.

Quando o profissional tem a oportunidade de examinar criteriosamente o bebê assim que ele surge o primeiro dentinho, tão logo ele passa a ter a possibilidade de monitorar todo o crescimento e desenvolvimento da criança. Neste ponto, podemos ressaltar a importância da prevenção, tanto para a manutenção da saúde da criança, como da saúde financeira dos pais.

Assim como os pais, que recebem as orientações corretas desde o início, podendo estabelecer a melhor oferta de cuidados e alimentação para o desenvolvimento pleno da criança.

QUANTO ANTES, MELHOR

Os cuidados com a saúde do bebê, não só bucal, mas como um todo, vão assegurar, em condições normais, um futuro com o mínimo de complicações possíveis, ou seja, os primeiros cuidados refletem por uma vida inteira. Além de tudo, eles servirão de base para o autocuidado, quando a criança deixa de ter a dependência dos responsáveis e passa a ter autonomia sobre os próprios cuidados, e o que lhe foi ensinado é o que ele colocará em prática. E mais, quanto mais cedo a criança for acostumada a frequentar o ambiente do consultório, mais fácil será seu tratamento, tanto preventivo quanto em uma possível intervenção.

FICA A DICA

- Tem dentinho? É hora de levar ao Odontopediatra - Cuidados preventivos são muito mais baratos! Invista na saúde e não em problemas! - Siga as orientações do profissional à risca!

#PRIMEIRACONSULTA

36 visualizações0 comentário