top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

Cirurgia em Odontopediatria traz riscos para a criança?

Toda cirurgia, incluindo as realizadas em Odontopediatria, apresenta algum grau de risco para a criança. No entanto, esses riscos podem ser minimizados por meio da realização de exames pré-operatórios adequados, pela escolha da técnica cirúrgica mais apropriada para o caso e pela adoção de medidas preventivas durante o procedimento.



Dessa forma, o necessário para que ela ocorra bem costuma envolver seguir alguns passos:



1. Certifique-se de que o dentista que realizará a cirurgia é especializado em Odontopediatria e tem experiência com o tipo de procedimento que será realizado.

2. Antes da cirurgia, a criança deve passar por exames clínicos e laboratoriais para avaliar sua saúde geral e identificar quaisquer problemas que possam aumentar os riscos do procedimento.

3. Informe o dentista sobre os medicamentos que a criança está tomando: alguns medicamentos podem aumentar os riscos de complicações cirúrgicas, portanto é importante informar ao dentista sobre todos os medicamentos que a criança está tomando.

4. O dentista deve escolher a técnica cirúrgica mais apropriada para o caso da criança, considerando a complexidade do procedimento e os riscos associados.

5. A anestesia geral apresenta mais riscos do que a anestesia local ou sedação consciente, portanto, sempre que possível, essas técnicas devem ser utilizadas.

6. Durante a cirurgia, o dentista deve adotar medidas para minimizar os riscos de infecção, hemorragia e outros problemas, como o uso de equipamentos de proteção individual e a administração de antibióticos profiláticos.

7. Após a cirurgia, a criança deve ser acompanhada pelo dentista para verificar se há sinais de complicações e orientar sobre cuidados específicos para o pós-operatório.


As cirurgias em Odontopediatria podem ser seguras e bem-sucedidas quando realizadas por profissionais experientes e qualificados, seguindo as melhores práticas e protocolos de segurança. É importante que os pais ou responsáveis da criança discutam com o dentista todas as opções de tratamento e os possíveis riscos e benefícios envolvidos antes de decidirem pelo procedimento cirúrgico.


68 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page