top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

Crianças e problemas de articulação temporomandibular (ATM)

A articulação temporomandibular (ATM) desempenha um papel crucial na nossa capacidade de falar, mastigar e engolir. Infelizmente, problemas nessa articulação, conhecidos como Transtornos Temporomandibulares (DTM), podem afetar pessoas de todas as idades.



Embora mais comumente associados a adultos, os DTM também podem ocorrer em crianças devido a uma variedade de fatores, incluindo hábitos de sucção, má postura, lesões e até mesmo estresse emocional.


Uma das causas mais comuns de DTM em crianças é o hábito de chupar o dedo ou usar chupetas por um longo período. Esses hábitos podem exercer uma pressão inadequada sobre os músculos e articulações da mandíbula, levando a desalinhamentos e desgaste anormal.


Além disso, a má postura ao dormir ou durante atividades como uso de dispositivos eletrônicos pode colocar pressão adicional na ATM. O uso excessivo de dispositivos móveis e tablets pode levar a uma postura de cabeça inclinada para frente, causando tensão nos músculos da mandíbula.


Lesões na mandíbula, resultantes de quedas ou acidentes, também podem desencadear DTM em crianças. É importante estar atento a qualquer sinal de desconforto ou dor após um incidente desse tipo, pois o tratamento precoce pode evitar complicações futuras.


O estresse emocional também pode desempenhar um papel significativo nos TTM em crianças. Situações como ansiedade, tensões familiares ou desafios na escola podem levar a apertamento involuntário da mandíbula, levando a dores e desconforto.


Diagnosticar DTM em crianças pode ser um desafio, pois os sintomas podem variar e serem confundidos com outras condições. É importante estar atento a sinais como dificuldade para abrir a boca, estalos ao mastigar, dores de cabeça frequentes e dores na região da mandíbula.

O tratamento para DTM em crianças geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar. Isso pode incluir orientações sobre hábitos orais saudáveis, fisioterapia, uso de dispositivos ortodônticos e, em casos mais graves, intervenções cirúrgicas.


Em todos os casos, a comunicação aberta entre pais, cuidadores e profissionais de saúde é essencial para identificar e tratar oportunamente os DTM em crianças.


17 visualizações0 comentário

Коментарі


bottom of page