Buscar
  • Equipe Dra Eliane Garcia

DICAS PARA MELHORAR O COMPORTAMENTO DAS CRIANÇAS

Atualizado: Fev 4

Criar e educar uma criança não é tarefa fácil, mesmo em um cenário ideal, com pais presentes e tranquilos. A realidade é que o dia a dia quase, sempre conturbado, faz com que os pais não tenham as melhores atitudes frente aos comportamentos não adequados das crianças. Vale ressaltar que crianças fazem birra, sim! Isto é normal! O que não é normal é a exacerbação do comportamento, aquela criança que não sabe lidar com absolutamente todos os nãos, que tem um comportamento agressivo. Cabe aos pais ou cuidadores, que ensinem as crianças, da melhor forma possível, como eles podem lidar com seus sentimentos impulsivos e frustrações, garantindo que as crianças se tornem adultos confiantes e responsáveis.

Entender como lidar com estes mau comportamentos é a chave para obter soluções, assim como entender o que NÃO fazer, afinal são as atitudes que tomamos antes dos 6 anos da criança que vão formar o adolescente e o adulto que elas serão. As atitudes dos pais precisam gerar confiança nas crianças, uma criança amedrontada poderá obedecer no momento, mas em nada isso colaborará para a o seu desenvolvimento ou relacionamento com os pais. O melhor a se fazer é estabelecer uma criação positiva!

O QUE NÃO FAZER

Basicamente, os pais devem evitar atitudes permissivas. Ou seja, se está estabelecido que a criança não pode tal coisa, não se deve ceder a uma birra. É preciso que os pais cumpram com seus combinados!

Da mesma forma, é preciso evitar atitudes controladoras. É preciso educar, porém precisa fazer sentido para a criança. Tirar um direito da criança, ou algo a que ela costuma ter acesso, somente para mostrar autoridade é extremamente prejudicial.

Por fim, os pais não podem negligenciar! É preciso atender as necessidades das crianças, dar ouvido a elas e importância para o que elas pensam. É preciso estarem atentos às suas atitudes, ao que elas buscam, o que elas gostam e não gostam de fazer. Promover uma boa alimentação, saudável e equilibrada, primar pela sua saúde física, incluindo higiene bucal rigorosa.

CONHEÇA SEU FILHO

É preciso que os pais percebem os gatilhos que levam a criança ao mau comportamento, antevendo suas atitudes e evitando descontroles. Ignorar ou colocar a culpa do temperamento tempestivo da criança em outra pessoa nunca é a solução. É preciso entender o que causou o comportamento e resolvê-lo, na raiz! CRIAÇÃO POSITIVA

É preciso que os pais busquem sempre um reforço positivo! É sempre mais benéfico olhar para o lado bom e mostrar este valor à criança, do que apontar os erros. Por exemplo: em um determinado dia a criança não recolheu seus brinquedos. Ao invés de apontar que tudo está bagunçado e brigar com a criança, fale para ela: “Você lembra como tudo fica mais agradável quando as coisas estão no lugar? Você encontra seus brinquedos com mais facilidade, não pisa em algo que possa machucar ou quebrar. Vamos organizar e deixar este ambiente mais gostoso?”. É apenas um exemplo para mostrar que sempre há uma maneira de abordar uma situação pelo lado positivo! Quanto mais os pais treinarem essa técnica, mais fácil será de aplicá-la!

AJUDA PROFISSIONAL

Mesmo colocando em prática toda a abordagem recomendada, pode ser os problemas sejam mais abrangentes do que parecem e necessitem de uma intervenção profissional. Na dúvida, procure ajuda!

#dica #comportamento

18 visualizações0 comentário