top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

Manejo de crianças com ansiedade em odontopediatria

É normal que crianças experimentam o sentimento de ansiedade ao visitar o dentista. Essa ansiedade pode ser causada por diversos fatores, como medo do desconhecido, medo da dor, experiências passadas negativas, entre outros.


Para lidar com crianças ansiosas no consultório odontológico, é importante adotar estratégias específicas para cada caso. Uma das principais estratégias é a comunicação efetiva com a criança, explicando de forma clara e simples o que será feito durante o procedimento, de modo a reduzir a sensação de medo do desconhecido. Também é importante permitir que a criança faça perguntas e responda às suas dúvidas, para que ela se sinta mais confortável e confiante.


Deixar que a criança explore o ambiente é, da mesma forma, um fator importante para que ela se sinta segura e confiante. Pode ser que o início do tratamento não se dê na primeira consulta, a não ser que haja uma necessidade pontual. Reservar uma primeira visita para familiarizar a criança é uma estratégia importante a ser considerada. Nesta primeira visita, os pais receberão orientações importantes para o sucesso tratamento e da saúde bucal da criança.



Além disso, é importante utilizar técnicas de distração, como músicas, jogos ou histórias, para ajudar a criança a se concentrar em outras coisas durante o procedimento. O uso de anestesia local também pode ser uma opção, desde que seja explicado de forma adequada para a criança, para que ela entenda que isso ajuda a evitar dor durante o procedimento.


Outra estratégia importante é o envolvimento dos pais no processo. Eles podem ajudar a criança a se sentir mais confortável e segura durante o procedimento, fornecendo apoio emocional e tranquilizando a criança. Também é importante que os pais estejam atentos aos cuidados necessários após o procedimento, para ajudar a prevenir complicações e garantir uma recuperação tranquila.


Por fim, é importante que os profissionais de odontopediatria sejam treinados em técnicas de manejo de crianças ansiosas e que sejam capazes de identificar os sinais de ansiedade. Com essas estratégias e um atendimento humanizado, é possível tornar a visita ao odontopediatra uma experiência mais agradável e reduzir a ansiedade em relação aos tratamentos odontológicos.


29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page