top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

Principais Oclusopatias em Crianças

Atualizado: há 19 horas


Oclusopatia é a má relação entre os ossos da maxila e da mandíbula. Isso pode prejudicar o desenvolvimento ósseo da face e das articulações temporomandibulares (ATM). Para se ter uma ideia, uma oclusopatia está presente em 7 de cada 10 crianças com dentes de leite. Portanto, cerca de 70% das crianças na faixa etária entre 3 e 6 anos de idade já apresentam problemas que devem ser reconhecidos e tratados por um especialista.


As oclusopatias podem ter várias causas, como hábitos errados de sucção, hábito de mastigar só de um lado (já que os músculos de um dos lados trabalham mais que os do outro lado nessa mastigação), desvios dos dentes quando estão nascendo etc. O mais importante é ressaltar que dos 70% de crianças, ainda em dentição de leite, que apresentam alterações na mordida, 90% ainda não apresentam assimetrias faciais. Porém, se não tratada o quanto antes, essa alteração de oclusão pode se converter em assimetria das estruturas esqueléticas com influência na postura corporal da criança. Por isso, é de extrema importância que os pais levem seus filhos o mais cedo possível ao consultório odontopediátrico. Se identificados precocemente, os problemas oclusais podem ser solucionados no tempo mais oportuno, prevenindo alterações complexas".

Principais Oclusopatias em Crianças


Mordida Cruzada


Anterior: Ocorre quando os dentes anteriores superiores mordem por dentro dos dentes anteriores inferiores.


MORDIDA CRUZADA ANTERIOR

Posterior: Ocorre quando os dentes posteriores superiores mordem por dentro dos dentes posteriores inferiores. Pode ser unilateral (afetando apenas um lado) ou bilateral (afetando ambos os lados).



MORDIDA CRUZADA POSTERIOR

Causas e tratamento

Hábitos como chupar o dedo, uso prolongado de chupeta, respiração bucal e fatores hereditários. O tratamento é feito com o uso de aparelhos ortopédicos e/ou ortodônticos.

Mordida Aberta


Anterior: Caracterizada por um espaço entre os dentes anteriores superiores e inferiores quando a boca está fechada.

MORDIDA ABERTA ANTERIOR

Posterior: Ocorre quando há um espaço entre os dentes posteriores superiores e inferiores.


MORDIDA ABERTA POSTERIOR

Causas e tratamento

Hábitos como sucção de dedo, uso de chupeta, empurrar os dentes com a língua e respiração bucal. O tratamento inclui interrupção dos hábitos prejudiciais, uso de aparelhos ortopédicos e/ou ortodônticos e, em casos graves, intervenção cirúrgica.

Mordida Profunda


MORDIDA PROFUNDA

Caracteriza-se pela sobreposição excessiva dos dentes anteriores superiores sobre os inferiores.


Causas e tratamento

Fatores hereditários, hábitos como roer unhas ou mascar objetos e problemas no desenvolvimento da mandíbula. O tratamento é feito com o uso de aparelhos ortopédicos e/ou ortodônticos para reposicionar os dentes e, em alguns casos, cirurgia ortognática quando não tratados no período de fase de crescimento.


Diastema

DIASTEMA

É o espaçamento excessivo entre dois ou mais dentes, geralmente os incisivos centrais superiores.


Causas e tratamento

Tamanho dos dentes desproporcional ao tamanho da mandíbula, presença de freio labial grande e perda precoce de dentes decíduos. O tratamento pode incluir o uso de aparelhos ortopédicos e/ou ortodônticos, e quando necessário tratamentos ortopédicos e/ou ortodônticos para fechar os espaços, frenectomia (remoção do freio labial) e, em casos específicos, restaurações estéticas.

Importância do tratamento oportuno

O tratamento oportuno das oclusopatias em crianças é fundamental para evitar complicações futuras. A intervenção ortopédica e/ou ortodôntica na infância pode guiar o crescimento dos ossos maxilares, melhorar a estética facial e prevenir problemas de fala, mastigação e respiração. Com a intervenção adequada e oportuna, é possível proporcionar às crianças uma base sólida para uma saúde bucal duradoura.

 

Quando começar o atendimento odontológico

A recomendação é que a futura mamãe vá ao dentista durante a gravidez, e a criança antes de ter os primeiros dentinhos, para que os pais recebam as orientações adequadas de como prevenir o aparecimento de oclusopatias, estimulando de forma correta a boquinha. Executar todas as funções da boca de forma adequada e cuidar dos dentinhos que irão nascer evitando hábitos prejudiciais (chupeta e mamadeira por tempo prolongado), levará a plenitude da função.


Promover a correta estimulação das funções da boca para permitir o correto crescimento e desenvolvimento do indivíduo, não é uma opção, mas uma obrigação do profissional de saúde.


32 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page