BIOSSEGURANÇA

Biossegurança é o conjunto de condutas que todos os profissionais da saúde devem tomar para uma prática segura, independentemente do cenário.


Em Odontologia, tem a finalidade de proteger a saúde da equipe e dos pacientes no ambiente clínico em relação aos procedimentos executados, mantendo rígido controle dos riscos físicos (ruídos, radiação, materiais perfurocortantes etc), químicos (ácidos, resinas, etc) e biológicos (secreções de pacientes, equipamentos não esterilizados, entre outros).

Durante um atendimento odontológico, é produzida uma grande quantidade de aerossóis, que são os respingos provenientes do uso dos ferramentais do profissional. Tais respingos conseguem alcançar até 2 metros de distância e podem estar contaminados por micro-organismos patogênicos, causadores de uma série de enfermidades.


Frente à atual Pandemia, os protocolos de biossegurança foram amplamente reforçados, com a adoção de medidas ainda mais amplas e equipamentos que oferecem proteção extra.


Com antecedência, o paciente receberá informações importantes sobre a consulta, como, por exemplo, se apresentar sozinho ou com um acompanhante apenas. Já na clínica, o paciente receberá uma série de orientações que conduzirão todo o processo, do pré-atendimento à pós-consulta.


Dentre os protocolos, estão:

  • Uso de capa de proteção, touca, faceshield, propé, óculos e máscara;

  • Desinfecção das mãos e esterilização de objetos, avaliação da temperatura de todos, bochechos para eliminarmos micro-organismos, inclusive com o uso de luz ultravioleta para as salas de atendimentos e recepção. 

  • Descarte seguro dos equipamentos de proteção individual utilizados.