Buscar
  • Equipe Odontologia Eliane Garcia

Protetor de cerdas. Bom ou ruim?


Muitas vezes os pais, no intuito de promover o máximo cuidado com os itens de higiene das crianças (ou mesmo dos seus próprios), acabam, sem querer, provocando um efeito contrário. Um desses casos é o uso de capinhas de proteção das cerdas das escovas, ou mesmo aquelas maiores, que cobrem toda a escova. Isto porque, na maioria das vezes, as escovas ainda não estão totalmente secas quando guardadas e a capa acaba criando um ambiente favorável à proliferação de bactérias e fungos (combinação do calor e umidade).

Há indicações para o uso do objeto em casos onde a escova terá contato direto com sujeiras de bolsas e necessaires. Neste caso, atente-se em usar um modelo que não seja completamente fechado. Além disso, é preciso que a capinha seja lavada diariamente.

Para o uso diário, prefira manter a escova sem a capinha. Lave-a após o uso com água e antisséptico bucal e mantenha a escova na posição vertical, com as cerdas para cima, sem contato com nenhum outro objeto ou superfície. O ambiente deve ser arejado e distante de umidade direta e do vaso sanitário.

#escova

66 visualizações0 comentário