Buscar
  • Equipe Odontopediatria Dra. Eliane Garcia !

Quando começar a usar e quando trocar a escova?


Quando os dentinhos dos bebês começam a nascer, surgem muitas dúvidas em relação a como deve ser realizada a higiene. O fato é que não há nada como as escovas e o fio dental para esta tarefa! Gazes não foram feitas para isso! É normal que os pais tenham medo de machucar o papai e optem pela gaze por parecer mais confortável. Porém, se a escolha da escova for correta, o bebê não sentirá nenhum desconforto! Iniciando a escovação com a escova e não com a gaze, fica muito mais fácil da criança se acostumar com o processo, já que não haverá mudanças pelo caminho.

Dito isso, precisamos destacar uma questão! Muitos fabricantes de escovas se valem de indicar na embalagem a idade ideal para aquela escova, porém, isto tem mais relação com marketing do que do com a questão da indicação em si, pois estes produtos tem uma “carinha” mais infantil, muitas vezes com ilustrações de personagens, e, consequentemente são mais caros.

O que os pais precisam observar na hora da compra é o tipo de escova! Até mesmo adultos em situações especiais podem precisar de escovas muito macias, por exemplo, e por isso existem escovas com estas configurações mesmo que não tenham a indicação na embalagem que sejam para crianças.

QUAL A ESCOVA IDEAL, ENTÃO?

Bem, a escova deve ser muito macia, possuir cabeça bem pequena e cabo liso (menos propício a acúmulo de sujeira). Conforme a criança for crescendo e começar a participar do processo de escovação, os pais podem optar por um cabo mais anatômico, que seja mais fácil para a criança segurar, mas as cerdas continuam a ser muito macias e a cabeça pequena.

QUANDO TROCAR?

A troca não é feita quando a escova já está com as cerdas todas abertas! É antes disso! A média para troca das escovas é a cada 3 meses no máximo, ou antes disso se a escova apresentar muito desgaste ou ainda caso a pessoa fique doente. Para evitar adiar a troca, por esquecimento ou outro motivo, sempre compre pelo menos 3 escovas (há embalagens econômicas que vem com algumas unidades, além de tudo é uma ótima forma de economizar), assim, você terá sempre à mão uma nova escova. Faça isso para toda a família e mantenha sempre uma reserva.

Se você perceber que sua escova fica desgastada muito rápido, com um mês de uso, por exemplo, atente-se para a força que está usando na escovação! Não se deve utilizar força pois pode provocar problemas como retrações de gengiva e desgaste do esmalte do dente. E lembre-se! A escova é um item pessoal e intransferível! Nunca empreste sua escova ou utilize a de outra pessoa, principalmente em crianças!

FICA A DICA

- Dê preferência para escovas sem detalhes, com cabos lisos, que diminui o acúmulo de sujeira e facilita a limpeza. - Troque sua escova a cada 3 meses no máximo, mesmo seguindo todas estas orientações. Caso ela apresente sinais de cerdas gastas e abertas antes deste período, realize a troca antecipadamente. - Sempre que acabar de escovar os dentes, lave bem a escova em água corrente e observe se não ficou nenhum resíduo de sujeira preso às cerdas. Depois disso, dê leve batidinhas com o cabo da escova para que o excesso de água saia. - Peça orientação profissional. Seu dentista é o profissional indicado para indicar as melhores práticas em higiene bucal.

#escova #trocadaescova

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo