Buscar
  • Equipe Dra. Eliane Garcia

A CRIANÇA BATEU O DENTE! E AGORA? O QUE FAZER?


TRAUMA DENTÁRIO

A melhor conduta sempre será a consulta com o Especialista. Mas algumas ações iniciais podem e devem ser tomadas pelos pais/cuidadores que estiverem com a criança no ato do acidente com o objetivo de melhorar o desfecho.


Acompanhe o que fazer em cada caso:


- Se o dente ficar com mobilidade é preciso fixar o dente no lugar correto (é preciso de um profissional da área), a chance de reparo é maior na primeira meia hora após o acontecido, sendo 1 hora, em média, o tempo para se obter um bom resultado.


- Quando o dente praticamente sai do osso é preciso urgência no atendimento! O melhor, nesse caso, é não mexer e procurar o dentista imediatamente. Instrua a criança a não respirar pela boca para que o dente não seque.


- Caso o dente tenha caído, mas esteja na boca, o ideal é mantê-lo aí! Oriente a criança a respirar com a boca fechada, tomando o cuidado para não engolir o dente. É claro que, no caso de crianças muito pequenas, essa prática não será fácil. Então, nesse caso, pegue o dente com as mãos higienizadas e coloque o dente em um copo com leite ou soro fisiológico, procurando o dentista imediatamente.


- Caso o dente tenha caído no chão, é preciso pegá-lo, segurando pela coroa (parte que vemos do dente na boca. Nunca pegue pela raiz). Coloque o dente no copo com leite ou soro fisiológico, evitando chacoalhar o copo. Busque atendimento imediato.


Após o atendimento, o dentista poderá receitar algum medicamento antidor ou anti-inflamatório, também irá orientar sobre o tipo de alimentação a ser seguido nos próximos dias.


Vale lembrar que até uma batida leve no dente necessita de atendimento, isso porque mesmo uma pancada mesmo aparentemente pequena pode machucar o ligamento, a raiz, e causar alguns problemas mais sérios. O mais indicado é a consulta com o dentista e realização de uma radiografia.


AGORA, OBSERVE AS FOTOS DO POST!


A criança em questão sofreu um “leve” trauma dentário, o dente não chegou nem a ficar com mobilidade (ficar mole), mas a mãe, sabendo da importância do exame clínico, trouxe a criança para a consulta. Fizemos o raio-x e descobrimos que houve uma fratura na raiz! Ou seja, mesmo que parece que nada aconteceu, é fundamental que a criança passe pelo atendimento Odontopediátrico!


Para finalizar, é interessante que os pais/cuidadores saibam que é possível proteger os dentes nos casos em que há uma probabilidade maior de acidentes, como quando as crianças estão em parquinhos. Nessas situações, é válido utilizar os protetores bucais, assim como outros equipamentos de proteção, como capacetes, cotoveleiras etc.


#traumadentario #baterodente #criancabateuodente #criançabateuodente #batidadedente #bateu #trauma

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo