top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

RETENÇÃO PROLONGADA DO DENTE DECÍDUO: QUANDO O DENTE DE LEITE DEMORA A CAIR


Quando o dente de leite (decíduo) permanece na arcada após seu período de exfoliação (período de troca), chamamos isso de retenção prolongada dentária.


Diversos fatores podem fazer com que dente de leite não se solte, fazendo com que os permanentes nasçam em lugares errados, geralmente nascendo por trás dos dentes de leite.


Alguns desses fatores:

  • Falta de espaço;

  • Falta de estimulação para a reabsorção da raiz;

  • Algumas condições ou problemas genéticos;

  • Problemas psicológicos (medo excessivo)


A retenção prolongada dos dentes decíduos pode causar:

  • Má oclusão: Isso significa que os dentes superiores e inferiores não se encaixam corretamente quando a boca está fechada. Isso pode levar a problemas de mastigação, fala e sdeglutição

  • Problemas periodontais: os dentes de leite retidos podem criar bolsas periodontais (espaços ao redor do dente);

  • Desenvolvimento ósseo anormal.




É importante que os pais observem a evolução do estado do dente, mas sem intervir, já que tentar extrair um dente que ainda não está pronto para ser trocado pode causar lesões e ainda deixar resíduos dele ou da raiz nos tecidos periodontais, trazendo complicações mais graves.


Sendo assim, é necessária a intervenção do Odontopediatra, que irá diagnosticar a causa da retenção prolongada e indicar o melhor tratamento, que, na maior parte dos casos, consiste na extração do dente decíduo e/ou ainda, dependendo do caso, indicar o uso de aparelhos ortodônticos.


Vale lembrar que intervenções oportunas, ou seja, no momento certo, evitam intervenções mais invasivas e permitem um melhor prognóstico.


203 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page