Buscar
  • Equipe Dra. Eliane Garcia

RETRAÇÃO DA GENGIVA EM CRIANÇAS

Atualizado: Fev 4



A retração de gengiva, e recessão gengival, é uma alteração da margem da gengiva, recebendo duas classificações possíveis: verdadeira ou pseudorrecessão.


É classificada como verdadeira quando há a exposição da raiz, ou seja, a gengiva se retrai de forma acentuada. A pseudorrecessão ocorre quando há apenas uma diferença do nível da gengiva de um dente em relação ao dente homólogo (o dente correspondente, do outro lado da mesma arcada, como os dois caninos etc.).


A retração de gengiva é um problema mais comum em adultos, porém a pseudorrecessão costuma acometer crianças durante a fase de dentição mista e aquelas que apresentam mordida cruzada.


Porém, na maior parte dos casos, a presença da retração gengival em crianças está relacionada a hábitos bucais nocivos, como sucção do dedo e de chupeta, morder objetos, roer unhas ou arrancar as cutícula com os dentes, entre outros. Fatores psicológicos, como estresse, também estão associados ao problema. Tudo isso, associado a uma higienização deficiente na região, acaba causando uma inflamação gengival levando a essa alteração. Presença de freios e bridas (freio de tamanho reduzido) na mucosa interna também podem contribuir para predispor a região dos pré-molares a essa alteração gengival.


Os fatores associados, que não estão relacionados aos hábitos, são a espessura da gengiva, mau posicionamento dentário, trauma dos dentes e inflamação de gengiva.

O tratamento pode ser preventivo ou curativo.

A prevenção se dá por meio do controle da higiene bucal, remoção dos hábitos orais nocivos e correção ortodôntica. Pode ser necessário o acompanhamento multiprofissional, como fonoaudiólogo, psicólogo, dependendo do caso.


O tratamento curativo é cirúrgico. Porém, esta é uma decisão que deve ser executada apenas se a retração se manter progressiva após a realização do tratamento conservador. A opção cirúrgica deve ser muito bem avaliada, e diagnosticado preferencialmente pelo Periodontista, que é o especialista dessa área na odontologia.


Em crianças pequenas, há a possibilidade de uma melhora espontânea com o passar do tempo, tendo em vista o crescimento e desenvolvimento dos arcos.


#retracao #recessão #retracaodegengiva #gengiva #problemasnagengiva

35 visualizações0 comentário