Buscar
  • Equipe Odontologia Dra. Eliane Garcia

Queda dos dentes de leite: como agir?


A fase da troca dentária envolve sempre uma carga de ansiedade, tanto por parte dos pais, quanto por parte da criança. Os pais, muitas vezes, sentem-se inseguros, sem saber como lidar exatamente com a situação, enquanto as crianças não entendem muito bem que se trata de um processo natural.

O período de início da troca dos dentes se dá, na maioria das vezes, na faixa dos 5 aos 7 anos. É quando muitas crianças começam a assimilar o fato de que estão crescendo. Algumas delas aceitam mais facilmente a situação, e até acham uma certa graça na “janelinha”, já outras ficam mais envergonhadas. O importante é que os pais conversem com os filhos e expliquem da forma mais natural possível, deixando claro para a criança que logo nascerá outro dentinho no lugar, ainda mais forte e bonito, aproveitando ainda para reforçar a importância dos cuidados com a higiene bucal. Os pais podem recorrer à tão conhecida Fada do Dente, e envolver a criança no processo de forma lúdica.

PROCESSO NATURAL

É importante entender que se trata de um processo fisiológico, logo, o ideal é que os dentes caiam naturalmente, sem que sejam forçados a cair.

Alguns fatores podem fazer com o que dente não caia naturalmente ou mesmo que o dente permanente demore mais do que o normal a nascer (período maior do que 01 mês). Nestes casos, é preciso fazer acompanhamento com um odontopediatra, a fim de diagnosticar e sanar o problema, caso haja algum.

CUIDADOS

A criança deve evitar levar a mão suja à boca, pois a região estará mais suscetível à inflamações, e o aumento de microrganismos pode prejudicar o quadro, inclusive trazendo prejuízos para o dente permanente.

Os pais devem ter ciência que o processo da troca de dentes pode levar a criança a sentir um leve desconforto gengival e até mesmo pequenos sangramentos. Os pais podem oferecer à criança um pedaço de gaze para que ela fique mordendo por alguns minutos, ajudando a cessar o sangramento. Este quadro pode fazer com que a criança não aceite muito bem a prática da higienização bucal, mas é de fundamental importância que os cuidados sejam contínuos, para que a saúde dos dentes permanentes também continuem intactas. O importante é manter a calma e transmitir serenidade à criança. Em qualquer caso de dúvida, sempre consulte um profissional qualificado.

#dentedeleite #dentição #dentes

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo