Buscar
  • Equipe Odontologia Eliane Garcia

A doença celíaca no consultório do dentista


Você sabia que o dentista pode ser o primeiro a diagnosticar a doença celíaca na criança?

Vamos primeiro esclarecer rapidamente o que é a doença celíaca: distúrbio gastrointestinal que resulta na intolerância ao glúten (proteína encontrada no trigo, centeio e cevada). Apesar de ser um doença relativamente comum, o diagnóstico tardio ainda é uma realidade e resulta em consequências muito negativas, causando males que vão além de questões típicas do sistema gástrico e intestinal.

O trigo está presente em muitos alimentos que fazem parte da alimentação rotineira das crianças, por isso, a importância de atentar-se aos sintomas, entre eles: fraqueza, dores abdominais, diarreia, perda de peso.

Mas como o dentista pode colaborar para o diagnóstico precoce da doença?

A doença também afeta a saúde bucal, por esse motivo, o dentista, ou o odontopediatra, no caso do atendimento infantil, podem identificar e orientar os pais a confirmarem o diagnóstico através de exames e consultas como outros profissionais da saúde.

Entre os sintomas que afetam a saúde bucal, estão:

- Defeitos no esmalte do dente (manchas e má formação dos dentes)

- Úlceras na boca

- Boca seca

Impacto da doença nos dentes das crianças

Pelo fato da doença ser comum em crianças pequenas, a dentição pode ser comprometida em toda sua formação, até mesmo na vida adulta. Caso o dentista desconfie da presença da doença, ele poderá questionar os pais quanto a outros sintomas que estarão associados, afim de identificar e encaminhar a criança a um especialista.

O odontopediatra é treinado para reconhecer os problemas que afetam a saúde bucal da criança e tem como foco os cuidados preventivos, por isso, o acompanhamento com este profissional é tão importante, já que há um amplo esforço em tratar a causa, além dos problemas dentários.


18 visualizações0 comentário