Buscar
  • Equipe Odontolopediatra Dra. Eliane Garcia |

ESTOMATITE HERPÉTICA. Saiba tudo sobre a doença.


Antes de qualquer coisa é importante entender que o termo “Estomatite” se refere a qualquer processo inflamatório que acomete a mucosa bucal.

Quando falamos em “Estomatite Herpética” estamos falando de uma doença contagiosa, também conhecida como gengivoestomatite herpética, que se manifesta quando o organismo entra pela primeira vez em contato com um determinado tipo de vírus, sendo que nas crianças pequenas a infecção mais comum é pelo herpesvírus humano simples do tipo 1 (HSV-1).

Muitas vezes, esta doença é confundida com as aftas comuns, porém ela apresenta características próprias, podendo ser diagnosticada pelo exame clínico de um profissional da saúde, como o odontopediatra.

Geralmente, o início da doença se dá com o aparecimento de manchas vermelhas na boca e garganta, sendo geralmente esbranquiçadas na área central e cercadas por um contorno vermelho, podendo aumentar de tamanho e formar pequenas úlceras, causando um grande desconforto.

Uma vez infectada, a pessoa nunca mais se livra desse vírus, que permanece em estado de latência, até ser reativado, sob determinadas circunstâncias, como baixa da imunidade e abalos psicológicos, e provocar novos episódios da doença.

SINTOMAS

Febre, falta de apetite, irritabilidade, insônia, dor de cabeça e nas articulações, gânglios aumentados de tamanho, mau hálito são sinais da doença. É fundamental buscar um profissional assim que estes sintomas forem detectados, pois podem ser facilmente confundidos com os de outras viroses ou mesmo com a erupção dos dentes nas crianças.

A primeira manifestação da doença costuma ser a mais grave e dolorosa, podendo durar de sete a 14 dias.

DIAGNÓSTICO

O exame clínico levará em consideração a aparência, a localização das lesões e os sintomas. Em alguns casos, exames laboratoriais são feitos para complementar o diagnóstico, afim de identificar o tipo do vírus ou descartar outras possíveis doenças.

TRATAMENTO

Não existe tratamento para a doença, ela desaparece espontaneamente quando seu ciclo termina. Alguns medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e antitérmicos, podem ser indicados pelo profissional para controle da dor e da febre.

FICA A DICA:

- Procure assistência assim que notar lesões avermelhadas na boca ou na gengiva da criança.; - Não medique a criança sem orientação prévia. - Redobre a atenção em relação à higiene e hidratação e alimentação da criança. - Nunca sirva alimentos muito condimentados, quentes ou ácidos.

#estomatite #saúde

186 visualizações0 comentário