Buscar
  • Equipe Odontolopediatra Dra. Eliane Garcia |

Extração: como preparar a criança psicologicamente para o procedimento.


Muitas vezes, os pais ficam sem saber como lidar com situações atípicas, como a necessidade da criança realizar uma cirurgia. Não é para menos! O comum é que os pais comecem a sofrer pelo filho, ficarem ansiosos, assustados e, na grande maioria das vezes, acabam passando para a criança toda esta carga emocional. No fim das contas, todo sofrem!

Mas não precisa ser assim! Diante desse tipo de situação é importante manter a calma e refletir sobre a situação.

A dica mais importante é que a criança deve estar ciente do procedimento. A pior coisa que os pais podem fazer é omitir, ou mesmo mentir, para a criança, achando que a criança será poupada de algum sofrimento prévio. A verdade é que este tipo de comportamento faz com que a criança perca a confiança nos pais e gere até mesmo traumas que serão carregados ao longo da vida.

É difícil para os pais entenderem que é preciso falar a verdade para a criança. Porém, isto acontece porque os pais desconhecem a forma como as verdades devem ser ditas. Por exemplo, se o procedimento for dolorido, diga a criança que sim, irá doer mas que você tem certeza que ela irá aguentar, assim como os seus heróis favoritos também aguentam. Depois de contar a verdade, ampare a criança. Deixe que ela sinta medo, raiva. O acolhimento nesta hora é o melhor a se fazer. Explique que tudo o que irá acontecer é pelo bem dela.

Então, o primeiro passo é conversar com a criança, ainda que ela seja muito pequena e que os pais acreditem que ela não entenderá. Para esta conversa os pais podem lançar mão de brincadeiras lúdicas, objetos familiares à criança, histórias etc. Tratar a situação com elementos que fazem parte da vida da criança ajudam a amenizar a ansiedade e fazer a criança compreender a situação. É sempre importante que os pais mantenham contato físico com a criança, o carinho e a atenção trazem acolhimento à criança, diminuindo o medo e a tensão.

Outro aspecto importantíssimo é que a criança esteja familiarizada com o profissional que irá realizar o procedimento. O medo do desconhecido é o pior inimigo nestas situações. Então, é preciso alguns contatos prévios e muita conversa. Desta forma, a criança desenvolverá a confiança necessária para que tudo siga da forma mais tranquila possível.

Conhecer o ambiente onde será realizado o procedimento também é tão importante quanto. O profissional pode utilizar de linguagem lúdica e da brincadeira para apresentar o ambiente ao paciente, fazendo com que a criança sinta-se à vontade.

Se achar necessário, os pais devem procurar auxílio psicológico. Caso não seja possível, busque conversar com familiares e amigos que já passaram por situações parecidas e que podem ajudar a enfrentar este momento.

No caso da extração de um dente, o medo da dor é maior do que a dor em si, já que a criança irá receber anestesia e medicamentos para controle da dor nos pós-cirúrgico.

O importante para a melhor recuperação da criança é seguir à risca as orientações do dentista, que serão elaboradas para ajudar a cicatrização e evitar possíveis complicações.

EXTRAÇÃO - FICA A DICA

- Procure um profissional qualificado e com experiência no procedimento;

- Espere o momento certo e mantenha um diálogo contínuo com a criança e o profissional;

- Siga as instruções do profissional à risca, tanto no pré quanto no pós-cirurgico;

- Encoraje a criança e transmita confiança.

#cuidados #psicologia

54 visualizações0 comentário