top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Dra. Eliane Garcia

LESÕES BUCAIS EM CRIANÇAS: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO



As lesões bucais em crianças podem ser preocupantes, mas com o diagnóstico e tratamento eficaz, é possível garantir a saúde bucal e o bem-estar dos pequenos.


O diagnóstico de lesões bucais em crianças requer uma abordagem cuidadosa e atenta. É fundamental que os pais estejam atentos a qualquer alteração na cavidade oral de seus filhos, como feridas, manchas, inchaços, bolhas ou qualquer outra manifestação incomum. Caso percebam algo fora do comum, é recomendado procurar um odontopediatra o mais rápido possível, além de, é claro, manter as consultas periódicas.


Ao realizar o diagnóstico, o dentista pediatra irá examinar cuidadosamente a boca da criança, fazendo perguntas sobre os sintomas e histórico médico. Dependendo da lesão, podem ser solicitados exames complementares, como radiografias, tomografias ou biópsias. Esses exames ajudam a identificar a natureza da lesão e determinar o melhor curso de tratamento.


O tratamento das lesões bucais em crianças varia dependendo do tipo e gravidade da lesão. Algumas lesões podem não exigir tratamento específico, desaparecendo sozinhas com o tempo. No entanto, outras lesões podem requerer intervenção.


As aftas são lesões comuns na cavidade oral e geralmente não são tratadas, a menos que sejam recorrentes ou persistentes. Nesses casos, o dentista pode recomendar medicamentos e aplicação de laser de baixa frequência para para aliviar a dor e acelerar a cicatrização.

Em alguns casos, algumas manifestações comuns podem ser confundidas com lesões, como é o caso dos cistos de erupção, LEIA SOBRE O ASSUNTO AQUI.


No caso de lesões causadas por traumatismos, como cortes ou feridas, é importante manter uma rígida higiene bucal, afim de evitar infecções. Dependendo da gravidade da lesão, o dentista pode realizar suturas para fechar a ferida ou receitar medicamentos.


Algumas lesões bucais em crianças podem estar associadas a infecções virais, como o herpes labial. Nesses casos, o dentista pode prescrever medicamentos antivirais transmitidos ou orais para acelerar a cicatrização e aliviar os sintomas.


É importante salientar que o diagnóstico, quando feito precocemente, oferece maiores possibilidades de: tratamentos menos invasivos, melhor prognóstico, menor tempo para recuperação, envolvimento mais positivo da criança e até mesmo menor custo.


Manter uma higiene bucal adequada, incluindo escovação regular dos dentes, uso do fio dental e visitas regulares ao odontopediatra, pode ajudar a prevenir o aparecimento de lesões bucais.

Além disso, evitar alimentos ou objetos que possam causar traumas na boca, como alimentos duros ou objetos pontiagudos, também é importante.

232 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page